Ordem Hymenoptera: abelhas, vespas, cupins e formigas​

Posted on

Ao contrário do que muitos imaginam os pulgões não comem as folhas, sendo que as deformações são apenas reflexos do ataque do inseto as plantas.

Uma grande plantação, mesmo com todos os cuidados para a eliminação dos pulgões, ainda existirá algumas plantas que não conseguirão produzir bem, gerando ainda mais prejuízos. Por isso, algumas espécies de formigas capturam pulgões para depois se alimentar de suas fezes, Qual tipo de vaso condutor é parasitado pelo pulgão? Como elas se alimentam desses pulgões, não permitem que a população deles cresça muito e, portanto, que as plantas sejam prejudicadas. Nesse grupo tem destaque a família chamada Ichneumonidae, que são pequeninas vespas, como essa da foto: Bom, mas você deve estar se perguntando como elas atacam os pulgões, né? 2) ACAFE 2013/Inverno - Os pulgões são pequenos insetos parasitas de plantas que passam a maior parte do tempo parados, sugando a seiva elaborada que circula pelos vasos liberianos destas. larvas da vespa consomem os pulgões por dentro. desenvolvimento das larvas da vespa, os pulgões são mortos, e se São particularmente suscetíveis aos ataques destas pragas as árvores mais debilitadas, idosas ou em condições de stress.São insetos que se alimentam-se do lenho das árvores. As vespas da família Vespidae, Pompilidae ou Sphecidae também

Ordem Hymenoptera: abelhas, vespas, cupins e formigas​

  • Anu e gado - O anu é uma ave que se alimenta de carrapatos existentes na pele do gado, capturando-os diretamente. Em troca, o gado livra-se dos indesejáveis parasitas.

Se a vespa escolhida colocar ovos também,

seus ovos dentro das larvas de outras espécies de vespas cálcidas. Estas são consideradas poderosas combatentes naturais de pragas e não prejudicam aqueles insetos que são benéficos, como joaninhas e abelhas. Os pulgões são pequenos insetos parasitas de plantas que passam a Dentre essas novas estratégias de manejo estão métodos alternativos como o controle biológico e plantas geneticamente modificadas que sejam resistentes a insetos. Os inimigos naturais dos pulgões incluem tanto insetos predadores como as joaninhas, larvas de moscas, meurópteros e vespas parasitóides, entre outros, que podemos chamar de Fatores Bióticos de mortalidade. Além desses predadores, inimigos naturais do pulgão do algodoeiro podem ser citados, como por exemplo, parasitas de algumas famílias da ordem Hymenoptera e larvas de insetos da ordem Diptera . Na Família Brachonidae das vespas, estão os parasitóides da subfamília Aphidiinae, que são os inimigos naturais mais efetivos e podem ser usados em programas de controle biológico de pulgões. Essas minúsculas vespas colocam seus ovos dentro dos pulgões que, devido ao ataque das larvas, ficam mortos na planta com um aspecto de mumificados. Um exemplo da atuação do controle biológico de vespas sobre os pulgões pode ser visto na região Sul do Brasil.

Comunidade de vespas sociais (Hymenoptera, Vespidae) em diferentes gradientes altitudinais no sul do estado de Minas Gerais, Brasil

  • Tesourinha (Dermaptera): Iniciam o seu desenvolvimento através dos ovos, passam pela fase de ninfa e depois se tornam adultos.

Essas vespas iniciam a ação efetuando a oviposição no interior do corpo dos pulgões; do ovo nasce uma larva que, ao alimentar-se do hospedeiro, leva-o à morte.

Cada indivíduo de vespa pode parasitar até 300 pulgões, num período de 7 a 10 dias. Quando os pulgões estão presentes em abundância, vespas parasitas vêm para te ajudar. Depois de terem sido alterados , tornando-se uma incubadora de ovos de vespas , eles começam a formar uma carapaça fina, ficam como uma múmia. Se você tem plantas de tomate isso vai ajudar a controlar a população de pulgões sobre eles também . Elas não são mais do que bons indicadores de que os afídeos ou outros insetos picadores-sugadores estão a afetar as nossas culturas. As árvores, arbustos grandes e outras plantas de grande porte, geralmente conseguem resistir bem ao ataque destes insetos e, esteticamente, os sintomas provocados acabam por não ter grande impacto. As joaninhas, por exemplo, são insetos que se alimentam de pulgões. Para romper a proteção dos pulgões imunes, as vespas depositam dois ovos no hospedeiro. Segundo ele, os pulgões que têm a bactéria liberam um tipo de substância que pode ser reconhecido pelas vespas.

Larvas de vespa que comem lagarta viva!

  • Vespas e microvespas parasitoides (Hymenoptera diversas famílias)

piolhos da folha e outros tipos de insetos, a maioria

As vespas parasitóides depositam os ovos dentro dos pulgões, onde suas larvas vão se desenvolver e sofrer metamorfose – também não é estranho para quem viu este vídeo. Logo, todas as vespas daquela espécie eram capazes de reconhecer o cheiro daquela planta sendo devorada. As pragas são os insetos que se alimentam de vegetais, e recebem esse nome porque causam danos às plantas cultivadas e prejuízos econômicos aos produtores. Sendo assim, uma forma de controle dos insetos pragas por meio do uso de recursos naturais se dá por aumento dos inimigos naturais na área de produção. É muito importante saber distinguir os insetos benéficos dos insetos pragas, para assim não julga-los prejudiciais ao invés de benéficos. A seguir veremos uma lista de predadores e parasitas que são considerados inimigos naturais, e quais dos insetos pragas eles controlam. Predadores Predadores são os inimigos naturais que se alimentam de outros insetos, matando-os ao mastigá-los ou ao sugar o conteúdo do seu corpo (“sangue”). Função: As larvas dos crisopídeos são predadoras de pulgões, ácaros e pequenos insetos. Função: Larvas e adultos se alimentam, preferencialmente, de pulgões, cochonilhas, ácaros, moscas-brancas, larvas e também de ovos de diferentes insetos.

Vespa de ninho-de-lama ou vespas de areia

Função: Larvas e adultos são predadores de vários insetos, principalmente os que vivem no solo, como algumas lagartas; também se alimentam de minhocas.

Função: Os adultos carregam lagartas, vaquinhas, percevejos, bichos-mineiros e outros insetos para seus ninhos, com o objetivo de alimentar as suas larvas. Função: Parasitar ovos, larvas, ninfas, pupas ou adultos de diversos insetos pragas, como besouros, mariposas, pulgões, moscas, percevejos, etc. Os pulgões são insetos parasitas de algumas plantas, retirando de seus vasos liberianos a seiva elaborada para sua alimentação. Esta relação beneficia as formigas, que garantem alimento, mas, de certa forma, também beneficia os pulgões, que mesmo servindo as formigas, são protegidos por estas contra predadores, como joaninhas. Com isso, concluímos que essa espécie de joaninha necessita se alimentar de uma proteína animal, no caso o pulgão, pois só assim ela consegue se reproduzir”, ressaltou Girlandia Miranda. Muitas vezes, para controlar a população de pragas são necessárias outras pragas, ou melhor, outros insetos antagonistas. Leia também: 1 sinônimo da palavra pulgão: Inseto parasita de vegetais: Você tem um polegar verde e sua paixão é cultivar plantas e flores de todos os tipos? A primeira questão a ter em mente é que, ao cultivarmos plantas para nosso consumo, estamos também abrindo caminho para insetos, fungos, bactérias, etc. Durante sua curta vida de algumas semanas, a maioria dos insetos pode colocar milhares de ovos.

Vespa parasita Joaninha

Uma vez identificado o ataque de pragas, o primeiro passo é isolar a planta atacada e fazer a remoção manual dos insetos, larvas ou folhas contaminadas.

Formigas desfilando em torno da base das plantas também podem indicar a presença de pulgões, uma vez que elas naturalmente cultivam afídeos e se alimentam deles. Combate: Existem predadores naturais do pulgões (como a joaninha e os insetos do gênero e Chrysoperia) que podem ser usados no controle biológico da insfestação. Combate: Existem vespas do gênero Trichogramma que são eficientes no controle biológico de várias espécies de lagartas. Esta vespa, como todas as vespas parasitas, coloca seus ovos sobre a lagarta e suas larvas a devoram. Prevenção: O controle dos insetos adultos dentro de casa e, principalmente, nas estufas impedirá a que as mariposas do bicho-mineiro coloquem seus ovos em sua planta. Os danos causados pela mosca branca ás plantas são muito parecidos com os danos causados pelo ácaro, sendo ambos os insetos sugadores de seiva.